Vermelho, Dourado, Preto&Branco

A DESVIO reabre suas portas no dia 18 de março, sexta-feira, com uma exposição individual do artista gaúcho Luiz Roque, que estará presente no evento de abertura. É a primeira vez que o espaço receberá uma exposição de vídeos. Vermelho, dourado, preto&brancopermanecerá em cartaz por apenas uma semana. As visitações são abertas ao público de segunda a sexta, das 18h às 21h. A exposição Vermelho, dourado, pretro&branco, que tem curadoria de Morgana Rissinger, reúne filmes recentes do artista Luiz Roque e busca refletir sobre alguns aspectos de sua obra, como sua ligação com o cinema, o interesse pela paisagem e a criação de ficções curtíssimas, marcadas pelo humor e pela ironia. Serão apresentados quatro filmes: Projeto Vermelho (2006), Das Monster (2009), Preto&Branco(2009) e Filme Dourado (2010), obras que têm como protagonistas a cor, a natureza e a paisagem e nas quais as interferências ficcionais promovem a criação de uma realidade paralela e complementar à paisagem natural.

Luiz Roque nasceu em Cachoeira do Sul – RS, em 1979. Vive e trabalha em São Paulo, desenvolvendo projetos em filme, vídeo, fotografia e recentemente esculturas em luz neon. Seu trabalho tem sido mostrado individualmente em lugares como Paço das Artes (Temporada de Projetos, São Paulo, 2oo8) e Ateliê Subterrânea (Porto Alegre, 2oo9) e em coletivas como “Abre Alas 6” (A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, 2o1o) e “Video Links Brazil” (Tate Modern, Londres, 2oo7). Seu filme Projeto Vermelho foi exibido na 12a. Biennnial de L’image en Mouvement (CIC, Genebra, 2oo7) e foi incluído na seleção LÚCIDA, um panorama sobre a videoarte latino americana veiculado na televisão argentina (canal (à) em 2oo7). Projeto Vermelhoexcursionou também para o festival FIFA em Montreal e para o Centro Atlántico de Arte Moderno nas Ilhas Canárias (ambos em 2oo9). Em 2o1o participa da mostra inaugural da Fundação Vera Chaves Barcellos, “Sussurros & Silêncios” (Viamão RS) e de “Constructions Views: experimental film & video from Brazil” no New Museum (Nova York). Recentemente participou de “Ano Novo” na Galeria Silvia Cintra no Rio de Janeiro. Como diretor de arte cinematográfico já trabalhou em parceria com Beto Brant, Marco Ricca, Gustavo Spolidoro, e assina “Bruna Surfistinha”.

——————————————————————————————————————————————————-

Apoio:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s